segunda-feira, dezembro 18, 2006

Boa nova...

Finalmente a sua respiração estabilizou, a febre parou e a boa disposição voltou!
VAI PARA CASA!
Com a medicação dada, e todos os cuidados explicados, lá fomos nós com expectativas da sua reacção quando entrar em casa....
Por azar.... à entrada tropeçou no tapete (nunca tinha acontecido) e fez um "galo"!
Entrou a chorar desalmadamente!!!!

Má nova...

A noticia depressa correu por todos os canais....
Com uma familia tão "galinha" quanto a nossa, todos ficaram tristes, telefonas, visitas e mensagens não faltaram.
Os amigos e colegas, sempre que podiam, não faltavam com um miminho.
Não lhes vou agradecer, vou retribuir quando também precisarem. Adorei pois sentia-me mais confortada e nem imaginam o quanto ajudaram.
Todos eles sabem quem são....

À linda Cata...

Os dias e noites lá iam passado conformada que tudo iria melhorar.
Foi uma semana que provavelmente mais aprendi, só de ouvir a sua respiração, já sabia que a febre estava a chegar. Quando o soro não estava a correr bem, e as horas que eram para tomar a medicação.
Tudo se resumia a um quarto e uma criança que lá fez uma bonita amizade. Uma menina com a o mesmo que a Pipoca tinha, ela foi sem duvida que mais ajudou a animar, distrair e entrete-la.
Daqui a uns tempos quando lhe contar esta "aventura", ela jamais será esquecida.
A linda CATA!

Enfim...

A noite foi longa, nem mesmo a exaustão deixou levar a melhor.
Finalmente descansava, o seu sono era mais tranquilo, e a sua respiração mais suave.
A sua incrivel capacidade de adaptação, com a mão ligada ao soro e a uma máquina depressa se acomodou à nova cama e quarto.
Incrivelmente atenciosas e com a maior paciência as enfermeiras e auxiliares ajudavam a acalmar os animos maternais, nesta altura a guarda baixou e dificilmente controlava algumas lágrimas.
Foi mais que atenção, foi carinho e muitos mimos que lhe deram! Nem um filme do Noddy faltou!

Quarto 12, cama 2

A batalha não foi vencida! Um bicho feio, entrou pelos pulmões da Pipoca.... e fez das suas.
Embora as melhoras já se fossem sentido... as situação agravou-se ainda mais e sem esperar.
Senti de repente que a sua respiração não era regular e sentia bastante dificuldade a falar.
O que era apreensão, depressa passou a pânico!!!!
Correr para o hospital foi o mais rápido que conseguimos, entrei nas urgência como se fosse a única a precisar atenção. Com um nó na garganta tentei explicar o que se passava.
Depressa foi observada e verificaram que algo se passava. Assim que o oxigénio entrou nos seus pulmões, gritou o mais alto que conseguia!
Foi aflitivo, mas um enorme alivio!
Não sei se o que custou mais foi a noticia ou tirar o sangue para análise.
Nesse momento daria tudo o tenho para estar no seu lugar, mas não pode ser assim.
A radiografia provou as suspeitas médicas, uma infecção pulmonar!
No momento nem sequer nos apercebemos muito bem da situação.
Ficou imediatamente internada!
Só no dia seguinte soubemos... a causa era uma valente pneunomia.

Tinónim.. Tinónim...Tinónim.....

Avaliando as ultimas semanas, a nuvem escura que nos tem acompanhado, aos poucos vai desaparecendo.... mas foi complicado!
Depois de uma avaliação médica, a razão de noites tão más devia-se ao facto de a Pipoca ter uma rinite, até aí tudo bem (ou mal)
Foi medicada, mas a situação foi-se agravando.
Foi a primeira vez que sentia febre, e de que maneira! Baixava com medicação, mas passadas algumas horas, lá voltava de novo.
3 dias de febre, levam-nos ao hospital.
Próximo diagnóstico... Otite! Mais medicação, antibiotico!
A grande batalha... tomar o xarope.

Quando eles já são demais....

terça-feira, novembro 28, 2006

Lista para o Natal

Da Pipoca
Acho que ia adorar um pequeno aquário com um peixe a nadar lá dentro.
Ela não sabe, mas vai ter um carrinho para levar os seus bonecos a passear.

Do Pai B.
Ele queria um gps para fazer pose no carro.
...se for o gps, não era mesmo nada mau...

Da mãe R.
é melhor não começar a lista...
mas já ficava satisfeita com uma semana de noites bem dormidas. É que ultimamente têm sido muito complicadas.

Truques e baldruques....

Conforme a idade vai aumentado, a personalidade ainda vai-se vincando mais. Não que alguma vez tenha sido fraca, mas sai sendo cada vez mais forte...
Há dias em que qualquer qualquer coisa que tenha que ser feita, são autenticos desafios.
Dar banho, por exemplo, basta chama-la pelo nome para começar a fugir, por enquanto ainda corro mais rapido que ela, a casa também não permite grandes correrias.
Além de ter que a segurar com força, o desafio de a pôr intacta dentro da banheira não é o mais dificil, mas ensaboa-la e lavar-lhe a cabeça aos berros... vai lá vai.
Como o que começa bem, dificil se endireita, vem a parte de ter de lhe vestir...
Isso é que é.... Rola, rebola, esperneia, grita,etc... Se vestir as meias é dificil, pôr a fralda então!
Um dia descobri como resolver este "problema", antes de entrar no banho, o remedio é pôr um cd em som bem alto e canta-lo com todos os pulmões! ;-)

sexta-feira, novembro 24, 2006

Conversa fiada

Enquanto fala, palra ou conversa na sua própria linguagem, aos poucos alguma das suas palavras se vão aproximando da nossa.
O Papá da papa, já não é a mesma coisa! Bebé e água já é dito na perfeição.

Dá! - Não é no tom de implorar é já a mandar.
Olá, quando lhe apetece, mesmo que seja na despedida.
Ainda não percebi o que é o Cácá, mas normalmente di-lo com frequencia quando acorda a meio da noite, estou desconfiada que é o Leite.
A ultima graça e com alguma piada é.... cantar! Já faz coro com a nova musica da Nelly e coreografia é da sua autoria.
Entende o que lhe dizem, mas quando lhe convém faz de conta que não nos ouve.
Agora estamos aos poucos a descobrir o papagaio que temos em casa.. ;-)

segunda-feira, novembro 06, 2006

Longa indisposição...

Começou com um telefonema do colegio... A Pipoca está mal disposta! Não é para preocupar, dizia a L.
Preocupada?!?!? EU?!!?!?!?! Só não voei porque não tinha asas.
Claro que o autocarro não aparecia e o seguinte a apanhar foi mais rapido que eu!
Quando a vi, logo reparei que algo se passava, mas mesmo assim a recepção foi feita com um sorriso e um abraço apertado.
Os sintomas aos poucos iam piorando, o que parecia uma paragem de digestão depressa se manifestou numa gastroentrite.
Depois de orientação especializada, uma dieta rigorosa era o melhor remédio.
Perdeu o apetite, aos poucos a sua barriguita, as pernocas que faziam inveja e o peso ia diminuindo.
A luta constante para que comesse e bebesse por vezes parecia ingloria, todas as mezinhas possiveis e imaginárias foram cozinhadas até à exautão.
Doia o coração por cada dia que passava ficava mais fraca, mas desde que os liquidos fossem repostos menos mal.
A juntar a todas as atenções o mimo era a sobremesa ao prato cheio de tanta animação.
Consequencia: ficou ainda mais mimada, manhosa e fiteira!
Proxima ardua tarefa: mimimizar os estragos feitos por mim!!!!
Hoje voltou ao colegio, escusado será dizer que a despedida foi mais dificil para nós, assim que viramos costas o choro acabou....

quarta-feira, outubro 25, 2006

Para mais tarde recordar...

O seu primeiro dia!
Á entrada teve direito a uma foto, que nos foi entregue mais tarde.
Timidamente olha à sua volta, atenta a tudo quanto a rodeia. A L. (a educadora) encontra-nos no corredor, mete conversa com ela, mas não lhe presta atenção. As recomendaçoes do dia são dadas, a menina está constipada, e passou mal a noite.
A recepção não podia ser melhor, a coleguinha M. agarra-se a ela e um beijo bem apertado é-lhe dado na cara.
Não entra sozinha na sala, a mãe lá se descalça e passa a fazer as cerimonias para conhecimento do espaço, logo fica encantada, logo se esquece da mãe, claro!
Aproveitando a distração, são dadas mais recomendações à L., que recebe o material, boneca, copo, entre outros.
O pai queria ficar mais tempo, mas tinha que ser...
Dois corações apertados percorriam o corredor de regresso.
Para começo não foi nada mau, dormiu, comeu (excepto a sopa!) e estava bem disposta...

terça-feira, outubro 24, 2006

Doi-me o coração...

Mas é por uma boa causa...
Hoje entrou para o colégio!
Depois de uma reunião na véspera com os pais, para mostrar as instalações acabadinhas de decorar, pintar e arrumar. Foram apresentados todos os professores e responsáveis pelo colégio.
Um projecto de uma bonita familia, foi com orgulho e uma lagrima no olho que assim apresentaram aos pais o seu sonho que se tornou realidade. Anda falta muita coisa para fazer, mas até aos pais lhes cabe participar nessa conclusão.
A sala Rosa ficou linda, brinquedos e muitas aventuras não faltam por lá. Os pais apresentaram-se uns aos outros e as principais caracteristicas de todos os meninos que compõe o grupo da sala foram identificadas. Numa coisa todos têm em cumum. A Teimosia!
Um nó na garganta prendia a voz, mas sai de lá um pouco mais confiante, de tal forma que apesar de termos passado por uma noite atribulada, decidimos mante-la por lá durante todo o dia....

segunda-feira, outubro 16, 2006

Mãe coragem...


Sempre pronta a dar um bom conselho,
Sempre com força para enfrentar tanta adversidade que tem encontrado,
Sempre com vontade de ajudar quem precisa...
mas com tantos obstáculos para ultrapassar... veio mais um!

Dos mais dificeis.. este é para toda a vida.

Perante um passo tão dificil de enfrentar uma nova forma de encarar a rotina... agora veio o DIABETES!

Não entrou só na vida de um filho, como na sua, entrou na minha e de todos os quanto o rodeiam. Todos vamos aprender lidar com ela e a conviver.

A essa grande MÃE e acima de tudo uma grande MULHER um grande beijo.... à minha FLOR.

Parabéns Guito, mais uma vez ensinaste-nos e demonstraste ser não só um bom menino, como um HOMENZINHO!

segunda-feira, outubro 02, 2006

Novidades!

Finalmente o colégio vai abrir. Hoje é dia de conhecermos a educadora e ela conhecer a Pipoca.

Sono dos anjos....


Foi a noite completa!!!! Sem uma única interrupção!!!!
Cheguei a conclusão que a falta de energia é devido à ausência de uma BOA noite de sono.

quinta-feira, setembro 28, 2006

Tou com s...ooonnnnoooooooo

Pensava eu, que as noites de grande animação, com choros e alguns gritos à mistura já tinham passado... eis, quando de repente de uma noite para a outra, acorda a chorar desalmadamente...
Será fome? Será algum dente? Terá alguma dor? Terá sede? Será um pesadelo?
Chora, chora, chora... (Sempre à mesma hora, entre as 3/4 da madrugada, nunca falha)
Não quer colo, não quer água, não quer chupeta... mas aceita um biberon bem cheio de leite morninho!!!! E o colinho do Pai, o meu nem ve-lo ;-(
Na primeira noite.. Mais leite?? Pode ser! É preciso que acalme, não ficou satisfeita com o jantar.
Na segunda noite... Leitinho??? É só mais hoje! O jantar já não serve de desculpa...
Na terceira noite... estou *****, depois do que passei para tirar o vicio do leite vai começar tudo de novo!?!?!?!?
Na quarta noite... ISTO não está a acontecer comigo!!! Com muita calma e paciência, o leite vai mudar de cor e sabor. Vai passar a ser água!!!
Na quinta noite... grita, mas já aceita um pouco de água, vira-se na cama e volta a adormecer....
Na sexta noite... veremos ....

sexta-feira, setembro 22, 2006

Ainda com cheiro a férias...

6 Sentidos...

Ouvir ... mãma, olá, pápa;
Sentir ... a sua mão na minha;
Cheirar... o seu perfume;
Saborear... um pedaço de pão partilhado comigo;
Ver ... um sorriso tão grande que mostra todos os dentes;
e presentir... que vai acordar a gritar a qualquer momento.

Nunca estiveram tão apurados como agora!!!!

quinta-feira, setembro 14, 2006

Aos 16 meses...

De sorriso matreiro, de abraços aberto e de andar apressado... é assim que nos recebe depois de um dia de trabalho confuso e cansativo!
Enquanto "toma conta" da Vóvo Bela, goza de todos os previlégios de uma princesa! Come, dorme, brinca e passeia pelo bairro quando quer.
As únicas queixas da Vóvó são de ser dorminhoca e não gostar de mudar a fralda quando está acompanhada... grande é a sua lista de virtudes: comilona, brincalhona, bem disposta e firme nas suas "grandes" convicções.
A sua maior dificuldade é sem sombra de duvida acorda-la das suas longas sestas.
Distrai-la com as pombas é uma forma do Pai se despedir dela para que não fique sentida e não chore, tarefa árdua do Pai, a mim cabe-me a melhor ir busca-la!!! :-)
Palra como gente grande, na sua linguagem complexa que só ela percebe, mas já se faz entender muito bem.
Não ha quem a force a comer o que não quer, sem antes ter que sentir a textura, o cheiro, a cor e o sabor para que finalmente coma. Nem a cebola crua foge às suas preferências.
Só de pensar na guerra que foi para a fazer engolir o xarope e que uns dias mais tarde que com paciência e de livre vontade, acabou por pedir mais...
Procura brinquedos mais complexos e que tenha muitos pormenores por explorar.
Assim vai crescendo..

Para recordar o verão 2006 (1)

 Posted by Picasa

terça-feira, setembro 05, 2006

Soube a pouco...

Os dias não passaram, voaram!
Quando demos conta já estavamos de regresso, a Pipoca aos pouco foi-se habituando às ondas Algarvias e à quente areia.
Como madrugadora, a Alvorada era cantada a bom som para que todos saltassem da cama. A Praia chamava-nos!
Só nos últimos dias depois apalpar, provar e agarrar muito bem nas mãos os que são graos de areia, já estava pronta para se sentir verdadeiramente à vontade na praia e a temperatura da água ajudou bastante.
Muitos foram os sabores, as cores, as pessoas, sitios e animais novos para ver. Sem duvida os golfinhos venceram toda a sua simpatia.
Dias preenchidos não faltaram, e a companhia também não, de Tias, Avós, primos e até a Gata Lua, concediam todas as suas vontades.
Ao inicio estranhou a companhia no quarto, os galos lá fora a cantar e a quebra da rotina das sestas. Mas desde que as atenções não faltassem, tudo estava bem.
Passou a ser uma verdadeira apreciadora de bichinhos, se não andava atrás da Lua, puxava a primeira mão que encontrava e encaminhava-a à porta da rua para poder apreciar o passeio das galinhas, patos e pintainhos.
O quintal fez as suas delicias para passear num carro improvisado pelo avô Mota.
Tudo correu muito bem.. e ela ADOROU.

sexta-feira, agosto 11, 2006

Férias! Férias! Férias! Férias!

Finalmente!!!

Dinis Antunes

Já nasceu mais um priminho!
Parabéns!!!

15 meses...

Ontem foi dia de consulta de rotina.
Está OPTIMA!
9,5 kg e 73 cm.
Não é grande, mas "rija", foram os comentários da pediatra.
As suas recomendações foram muito passeio, praia, mas com precaução respectiva!

Quem toma conta de quem???

Desde que a "Pipoca" se despediu da ama, tem estado estes 15 dias na casa dos avós.
A sua rotina pouco mudou, mas está diferente!
Todas as suas vontades são feitas, come o quer, como quer e quando quer.
Aos poucos aprende a comer com a colher, quando a leva à boca com comida, bate palmas.
A tia B. tem sido uma vitima constante da ausência de fralda lá por casa, xixi no tapete, no colo e por ultimo na própria cama.
Já refila, na sua própria linguagem, não sei a quem sai!?!?!!?
Todos os dias é uma nova aventura, para todos!
Depois de umas merecidas férias em familia, a próxima ama de serviço até o colégio abrir,vai ser... Avó Bela!

quinta-feira, agosto 03, 2006

Noites calmas, Sonhos Acordados...

Já longe vão as noites muito agitadas, com alguns choros e gritos, com o cansaço e o sono à mistura.
Os dias são mais divertidos, as corridas pelo corredor, os brinquedos espalhados e tudo serve para bater palmas e mostrar as novas descobertas. Falta aprender tanta coisa, mas ensina ainda mais, pelo menos a mim!
A musica serve de embalo ao seu pequeno corpo redondo e macio. E que embalo! Para ela não há musica pimba nem musica clássica, um pequeno acorde faz com que os pés se mexam, os ombros rodem e a cabeça balance. Enche os olhos e a alma.
A exaustão leva-a à cama por vezes antes da hora, nem parece que no segundo logo a seguir se deixa cair num sono profundo. Sonha a fazer asneiras, o ÓOOO denuncia uma maladrice já feita, e as palmas a sua alegria.
A água já não é uma ameaça, pelo menos na banheira, na praia ainda tem que aprender a ganhar confiança, o medo ainda não foi vencido.
As palavras aos poucos vão tendo mais sentido, a tagarelice vai sendo cada vez mais ...
Quando a atenção não lhe chega, basta um sorriso a bem... a mal um grito, para que a conquiste rapidamente.
Decora os sítios que mais lhe agradam, parece que sente o cheiro das bolachas a léguas. A sua maior prenda é um pacote inteiro até se sentir saciada.
Não há nada que lhe consiga aguçar mais a curiosidade que uma carteira, nem é preciso estar aberta! Esse obstáculo já é facilmente ultrapassado.

Assim ela cresce e amadurece... E eu aprendo e envelheço...

terça-feira, julho 25, 2006

Birras e Teimosias...

A pipoca entrou numa fase..... ainda mais trabalhosa!
É determinada, matreira, safada, brincalhona e muito gozona!
Longe vão os tempos em que ir a uma loja era calmo e relaxante...
Quando tem a liberdade de entrar numa loja pelos seus próprios pés, explora todas a parteleiras, até as mais altas são motivo de curiosidade. Se não chega até ela, grita para a colocarem ao seu alcance.
Somos nós que temos que a acompanhar na sua descoberta. Se não tem que ir ao colo ou no carrinho, claro!
A refeição quando não agrada, de nada serve tentar disfarçar, distrair ou convencer. Já tentei de tudo, não há sopa que entre na sua boca.
Deixa cair para o chão tudo quando lhe apetece, lá vai aprendendo a apanhar, mas depois de o fazer, diz ÓOOO, e abana a mão, mostrando que está sujeita a uma palmada na mão!
Tem o péssimo habito de arrastar todas as cadeiras no restaurante.
O Noddy já é o seu novo amigo, reconhece-o na forma de balão, boneco, cartoon, etc... Esta-lhe sempre a dar beijos, e não vale a pena pedir um!!!!
Reconhece as musicas dos desenhos animados que a distraem enquanto preparo as coisas para o dia seguinte.
Esta a ficar vaidosa, quer ser ela mesma a lavar a cabeça, despe-se e já sabe onde deve pôr o gancho.
Finalmente as palavras começaram a surgir, Olá! e Mamã, e uma espanholada que conforme a ocasião distingo entre a animado e o zangado.
Mas apesar de tudo, está cada vez mais... bonita! :-)

terça-feira, julho 18, 2006

Ida à praia....

Foi atribulada, por momentos desesperante mas finalmente gratificante.
O dia começou agitado, depois de uma noite "animada", que mais tarde descobri o porquê, tentámos pôr os pés na areia a horas decentes de uma criança permanecer na praia.
1ª Tentativa - Por nos termos levantado tarde (08:00!) e como iriamos ficar na praia por apenas duas horas, resolvemos ir à praia mais perto, ALBARQUEL, às 9:30 da manhã já era impossivel encontrar um sitio para estacionar o carro - RESULTADO - NEM PENSAR! O calor já está dificil de suportar.
2ª Tentativa- PRAIA DA FIGUEIRINHA - Quando lá chegamos já estava uma fila enorme para entrar no autocarro que transporta as pessoas para a praia, RESULTADO - NEM PENSAR!
3ª TENTATIVA - PRAIA DA COMPORTA - Quando a teimosia é mais forte que qualquer outra coisa, nem que tenha que esperar quase 1 hora à espera do ferry para passar para a outra margem do Rio Sado e tenha que gastar alguns euros de gasolina. Mas estavamos determinados em não perder um excelente dia de praia.
Quando lá chegamos (12:00), havia fila para estacionar no parque, com o luxo do ar condicionado ligado ao máximo suporta-se o calor abrasador que se sentia lá fora. Do carro reservámos mesa no restaurante. Era o minimo que mereciamos depois de sofrer para lá chegar. Mas tivemos sorte, que nas alturas de maior aperto parece um autêntico milagre, pois vagou um lugar mesmo junto ao carro.
Depois de outras aventuras lá almoçamos que nem uns lordes e desfrutámos de um BELO DIA DE PRAIA.
A Pipoca estreou a sua piscina, que nos permitiu gastar mais uns € num balde e em calorias ao subir de descer a duna com ele cheio.
A Pipoca de tão exausta que estava, aproveitou o colo da Tia Bruna para descansar.

Já agora... a Pipoca tinha dormido mal porque já vai no 11º e 12º dentes, os molares já cá estão fora!

quarta-feira, julho 12, 2006

Verão do teu 1º Bikini...

Pois é...no meio do stress diário, do corre corre das nossas vidas, dei por mim a pensar que este seria o verão do teu primeiro bikini!
E como tudo o que vai acontecer na tua vida pela primeira vez vai ter sempre um sabor muito especial, achei que devia transformar, também este, num momento marcante...aquele, para quando já tiveres 18 anos, e tiveres ouvido esta história vezes sem conta...o que te vai fazer remexer no baú das memórias e lembrares a tia "maluca" que decidiu um belo dia comprar o teu primeiro bikini e que este seria para sempre guardado até que dele tivesses consciencia! Aquele momento que te vai lembrar o quanto foste e és amada por todos nós!

Comprei o hoje! Estou bastante ansiosa por te ver dentro dele e pedir à tua mãe que concretize esta minha ideia! Sempre achei que são estes pequenos momentos de magia que nos vão adoçar o futuro quando nos perdemos nas lembranças de todos os que nos (te) amam.

Bjos,
Tia Leonor

terça-feira, julho 11, 2006

ALELUIA!

O colégio já foi escolhido! Depois de tantas duvidas e divergências acabámos por escolher casualmente e quase sem querer o colégio que irá acolher e educar a Pipoca!
Foi a caminho de um outro colégio que optámos por ir espreitar um outro que tinhamos ouvido falar... Foi amor à primeira vista!
A paixão pelo projecto prevaleceu à simpatia demonstrada pelas fundadoras. O local, o ambiente, à infra-estrutura e o enquadramento técnico garantiu-nos toda a confiança necessária à decisão tomada quase na hora.
O problema seria a logistica em Setembro, nessa altura os conhecimentos familiares que se encontram disponiveis terão que ser aproveitados ao máximo! A Bombeira Tia Bela vai aturar a Pipoca, vamos ver quem vai tomar conta de quem.... Bigada mais uma vez....
Se quiserem espreitar... vejam
aqui

segunda-feira, julho 03, 2006

Estreia no bacio!

Pois é! O bacio já começou a ter o seu devido uso para além de servir para transporte de brinquedos.
Antes do inicio do esperado jogo da nossa selecção a "pipoca" premiou-nos com um xixi no bacio.
Claro que só faltaram os foguetes na festa, enquanto que o seu olhar para nós exprimia uma admiração tola.
A seguir fez no chão da sala. Estranhei o facto de estar muito quieta a olhar para as meias bem enxarcadas.
Para a primeira vez não foi mau...

sexta-feira, junho 30, 2006

Actriz Principal...

Não existe ninguém mais capaz de representar um papel principal de um Actor/Actriz que uma criança.

Já notaram que:
Quando ri consegue pôr uma plateia inteira bem disposta sem muito esforço.

Quando lhe doi, o choro é tão intenso que até nós sentimos a sua dor!
Quando está activo, os nossos olhos não páram um segundo tentando acompanhar os seus rápidos movimentos.
Quando está dedicado a uma malandrice o suspence consegue suster até ao ultimo suspiro.
Mas quando está com vontade um mimo os braços abertos a correr para o nosso colo, consegue fazer esquecer o maior medo do mundo!

E um grito de alegria vai directo ao coração.
Sem qualquer efeito especial nem a utilização de duplos, toda a realização das cenas são da responsabilidade dos próprios intervenientes.

Portanto não existe ninguém com melhor capacidade de representar e/ou demonstrar cenas dramaticas/comicas e de Acção, até que a sua inocência se mantenha fiel, que uma criança.

Se alguém pretende aprender Expressão Dramática deveria começar o seu estudo por apreciar atentamente todas as acções de uma criança.

Nota:Foi numa noite animada com uma peça mal ensaiada com a minha Actriz Principal que a inspiração correu para escrever esta nota. A duração da acção decorreu até às 6 da manha.

quinta-feira, junho 22, 2006

Orgulhosamente Mamã...

Quem não o é?

Ainda não fala muito, ainda não canta, ainda não pede xixi e é completamente doida pelo pai.

Mas quem resiste a um abraço apertado, a uma dança alegre, a um beijo molhado, a um sorriso estampado?

Parabéns Selecção

terça-feira, junho 20, 2006

Andamento apressado!!!! E descanso dos justos...

Anda, corre, gatinha e foge!
É preciso energia, a pilhas, electrica, eolica, até as baterias do carro serviam para conseguir manter o ritmo de actividade de uma criança destas.... mas quando cai na cama!!!!
ALELUIA!!!!
Finalmente, depois de alguns meses a queixar-me de mau dormir, a hora dos justos chegou. Nem a sesta da manha e da tarde lhe escapam, mesmo que com barulho, sol e calor.
A enorme vantagem é que, se não a levo para a cama, já vai pelos seus próprios pés. :-)
Com a sua amiga inseparável, bebe o leite deitada (a preguiçosa não quer pegar no biberon, por isso estou 15 minutos com a cabeça pendura a segurar-lo de castigo), que depois de barriguinha cheia pega na chupeta e soninho com ela....

Shakira, Shakira...

Mexe os ombros, roda a anca, abana a cabeça e bate o pé!
Basta dize-la para começar o ritmo animado de dança... A musica entrou-lhe no ouvido e no corpo adentro!
Animação não falta, só mesmo visto!

sexta-feira, junho 09, 2006

Pfffff....

Muitas velas apagadas, muitos bolos cortados e muitas prendas compradas... Parabéns Avó Didi (o primeiro como Avó), Parabéns Pipoca(a primeira velinha), Parabéns para mim e ás Primas também. Assim foi o mês de Maio, cheio de velinhas acessas prontas a serem assupradas. Agora falta o Pai Berto para fechar o ciclo dos aniversários. Junho já começou e novidades não faltam, novas experiências e novas brincadeiras.
As noites estão mais calmas, tirando as mais quentes. Depois de meses e meses de noites agitadas, a calma aos poucos vai-se instalando.
Foi complicado habituar-me ao horario normal de trabalho, chegar a casa e ter muito pouco tempo para fazer todas as tarefas e dar toda a atenção devida é uma batalha diária. Mas vale a pena cada segundo.
A Areia da praia e a água do mar ainda fazem temer pela segurança, mas as proximas vezes irão correr melhor.
Gatinhar já passou à história, o proximo passo é correr uma maratona com salto em altura.... Parar para respirar só enquanto dorme, desde que seja as voltas na cama...

Ter atenção para não....

Puxar o fio do telefone - teve que ser desligado:
Comer tudo o que esta no chão, desde que seja pequeno - tentar manter o chão o mais limpo possivel;
Atirar com todos os comandos remotos para o chão- tira-los do seu alcance;
Virar o prato com comida - mante-lo bem longe dela;
Manter quieta durante troca de fraldas - tarefa ingloria;
Tentar sair de casa sem que dê conta -so enquanto dorme;
Encontrar o pacote de bolachas à mão de semear - so mesmo bem escondido.

Esta lista esta sujeita a alteração diária!

sexta-feira, junho 02, 2006

Coisa Linda!

Isto é mais uma experiencia de redacçao do que propriamente uma manifestação de escrita.
Vamos ver o que saiu!

quinta-feira, junho 01, 2006

Dia da criança

Foi durante muito tempo motivo de ter mais umas canetas ou lápis. Nesse dia a ida ao parque era uma obrigação, depois de ensaiar no coreto do jardim mostravamos aos pais a peça de teatro bem treinada. O capuchinho vermelho e bela adormecida eram as histórias que depois se sabermos de cor davamos vida na nossa imaginação.
Caras pintadas e desenhos coloridos faziam alegrar um dia que nunca passava despercebido.
Agora é vivido de outra forma, a prenda sou eu que a compro! Por enquanto ainda não recebo desenhos feitos pela "Pipoca", mas um passeio com a Avó Didi e a sua alegre companhia vão valer um dia da criança bem preenchido.
A todas as crianças que ainda vive em nós...

quarta-feira, maio 24, 2006

Será possivel????

Não queria acreditar até ver com o meus próprios olhos...
A Pipoca liga e desliga a Tv e o DVD com o comando! Faz pontaria com o comando carrega com o seu pequeno dedo no botão certo e liga/desliga o aperelho conforme lhe convém. Quando se desliga o parelho, vira a sua mão, olha para nós e diz NÁ!!!
Devo relembrar que a Piolha tem cerca de 378 dias!!!!
Por este andar substitui-me no emprego, já que é doida por computadores.
Já faz adeus para o monitor, pelas horas que passa a mandar beijos e adeus aos tios pelo pc....
Até fazia jeito mais um vencimento lá para casa ;-)

segunda-feira, maio 22, 2006

STOP!!!!

Ok, assim não dá! Não tenho tempo...
Ainda agora estava com uma barriga enorme, e já tem um ano! Já não és bebé e ainda nem me habituei à ideia de cresceres! O tempo passa muito depressa, já me estou a render às evidências, mas não me conformo.
Já tiras tudo das gavetas e a tua preferida é sem duvida a da minha cabeceira! Tudo cá para fora, pelo menos distrai-te enquanto o pai toma banho! O pior é depois.. arrumar tudo!
Imitar as caretas que fazemos e tentar manter-te ocupada com qualquer coisa é um desafio.
A ultima graça são fazeres olhinhos.
Não cresças tão depressa, dá-me tempo para saborear mais um pouco... Puxa!!!!

quinta-feira, maio 18, 2006

365 dias...


1 Ano! Que mudou a minha vida.... e não só!
Ela ainda nem se deu conta do que se passou nesse dia, mas ficou tudo registado, claro. Notou que o dia foi diferente, mais animado, mais gente a sua volta e mais confusão!
Bastou no convite sugerir uma surpresa, que todos chegaram a tempo e horas! A curiosidade dos pequenos movem montanhas... Só que a surpresa só chegou depois de todos jantarem.
A Tia Sónia ofereceu uma animadora, mais para os seus pequenos convidados do que para ela... Uma menina mascarada de boneca fez as delicias imaginárias dos pequenos, quando lhes pintava a cara com os seus herois aos rapazes, e às meninas, flores e corações na testa e bochechas. Também cães, corações e espadas de balões os divertiram.
Claro que há sempre rufias na festa e basta um/a para que toda a atenção seja concentrada num só piolho, para que não aconteçam acidentes....
Tudo correu bem, mas e Bia apenas olhava muito espantada para toda a agitação, só começou a desabrochar quando todos sairam, nessa altura dançava, gritava, ria... enfim.. ganhou o seu espaço!!!
Todos gostaram, mas o dificil foi convencer a lavarem a cara para que não dormissem pintados... as mamãs não iam achar muita graça, e para o ano a Bia não ia ter mais convidados. ;-)
Valeu a pena.. ela um dia vai ver o filme!!! E os convidados também...

segunda-feira, maio 08, 2006

Dia da Mãe..

Deviam ser todos os dias... O meu foi passado como uma verdadeira mãe! A fazer todas as tarefas domésticas que não são possiveis de serem feitas durante a semana. Estava na altura de fazer a transferência de roupa de estação, as camisolas de malha já não são suportáveis...
Deitar o lixo fora, pois a fraldas da Bia... valha-me DEUS!!!!
Fazer as compras do mês, arrumar os brinquedos, tratar da roupa para usar durante a semana e por e tirar a roupa da máquina... Tudo a 100 à hora.
Quando parava lá vinha ela a pedir colinho, mas era por pouco tempo!!!!
Anda a um pouco rabugenta, lá vem mais um dentinho, ou dois... esperar para ver.
Aconteceu um pequeno acidente, caiu de cara e lá rebentou com o lábio,acabou por ficar um pouco inchado.
Claro que a "ardua" tarefa de tomar conta de uma piolha que está a iniciar o seu período de aprendizagem motor, requer muita energia, paciência e atenção, isso ficou pelo pai.
É incrivel que numa casa que tinha fama de ser arrumadinha, se torna dessarumada em 5 minutos.
Ganhei um dia sem cozinhar, pois tinha direito a ter um dia sem ter que ligar o fogão...
Um beijo muito especial à DIDI, à MINHA MÃE.
A todas as super mães galinhas, patas, corujas, aguias, etc... que lutam o dia a dia para tornar os nossos filhos melhores... UM DIA MUITO FELIZ!!!

terça-feira, maio 02, 2006

Descanso alentejano?? ou não...

Planear com antecedência, e com antecedência desmarcar, para tudo mais tarde sair como o planeado... é complicado, não e???? E tentar descansar sem complicar.... ah ah ah ah
Bem... tudo acabou bem, o cansaço manteve-se, mas sentir o ar do campo e ver o mar ajuda a libertar as toxinas citadinas!

A Bia portou-se muito bem. Abrilhantou-nos com os seus primeiros passinhos discretos e bastante inseguros.
Graças aos miminhos a Tia Bela, aproveitámos e abusamos da suas suas iguarias. Bigada!!!!
Passear num jipe entre subidas e descidas ingremes, ajudou a adormecer, mesmo com um pó bastante intenso oferecido pelo motorista. Assim se passou um dia num safari alentejano.
Para quem não a via à uns meses, parece maior e cada vez mais esperta. Andar sozinha é o proximo passo e todos os esforços são poucos para treinar cada vez mais.
Saber quem vai ser o premiado com a palavra Papá ou Mamã deixou de ser importante, mas já fico contente quando palra sem parar.
O seu apetite diminuiu drasticamente, para quem nunca rejeitou qualquer tipo de comida, agora está dificil convencer a que abra a boca e coma qualquer coisa, excepto pão!!! Espero que seja uma fase, pelo calor ou por algum dente a chegar...
Orgulhosos os tios lá mataram mais uma vez saudades da sortuda princesa.
Até à proxima!!!! ADOREI.

quinta-feira, abril 27, 2006

Orgulho infantil...

- Sabes que eu hoje comi uma pastilha elástica, avô?
- Uma pastilha elástica, Madalena?
- Sim! E eu não engoli!-
- Muito bem, não engoliste... E tu Luisinha?
- Eu comi um sapato de Polly!
- ?!
- E eu engoli!

sexta-feira, abril 21, 2006

As 10 diferenças...

A bia está quase a fazer um ano! E eu também vou ganhar mais um...
O tempo passa muito depressa, principalmente neste último. Muita coisa mudou, aqui vão algumas diferenças...

as menos boas....
Tenho mais sono, mas aproveito o comboio para dormir;
Tenho mais despesas, mas compro mais roupa embora não seja para mim;
Tenho menos tempo, mas tenho desculpa para não telefonar;
Vejo menos televisão, mas para o que dá na tv...
Deixei a ginásio, mas a ginástica agora é outra;
Tenho outras preocupações, agora que valem a pena;
Arrumo mais vezes a casa, mas deixei de a limpar, pago a alguem para o fazer;
Tenho mais uns quilos, mas também já nem reparam;
Tenho mais cabelos brancos, mas pinto-o mais vezes;
A pior delas toda... Cozinho mais, mas tem que ser...

as melhores...
Registo mais vezes os melhores momentos, fotografo e filmo;
Escrevo mais;
Não parece, mas estou um pouco mais calma... ;-)
Tenho mais amigos, ainda por cima mais baixos que eu...
As conversas de fraldas já são mais interessantes!!!!
Brinco mais, tem mesmo que ser;
Já não me chateiam, por estar magra!!!!
Quando estou contigo, já nem reparam que estou despenteada, rota ou suja;
Passeio mais;
E estou mais feliz! Tirando os dias em que as hormonas me controlam completamente...

quinta-feira, abril 13, 2006

Para uma mãe especial...


Os meus PARABÉNS! À recente mamã Sandra, que mais uma vez, mostrou uma enorme coragem e para o papá Paulo, claro!
Tenho a certeza que o bebé Paulo Rodrigo irá ter um futuro muito risonho, pois tem um anjinho a olhar por ele com toda atenção.

terça-feira, abril 11, 2006

11 meses...

SEM DORMIR!!!
Um dos meus maiores receios quando nasceste, eram as noites mal dormidas. Até agora tem sido o mais dificil.
Nesta fase acordar as 4/5 da manha, é uma rotina diária. Por mais que tente voltar a adormecer-te é uma tarefa inglória. Já nem vale a pena voltar a deitar.
Mas claro que nem tudo é tão dificil...
As gracinhas são uma forma de chamares a atenção. Bates palminhas, dizes adeus, mandas beijinhos, imitas a tosse dos outros, etc,etc...
Estás mais independente de mim e tornaste-te fã do papá. As necessidades mais básicas sou eu que tenho obrigação de as satisfazer, enquanto que a brincadeira fica para o pai.
Cresces a uma velocidade impressionante.

segunda-feira, abril 10, 2006

Elefante no teatro...


Este fim de semana, o programa foi um pouco diferente. Fomos ao teatro, mas para a Beatriz.
Todos seus os sentidos são apurados ao máximo, qualquer movimento da actriz é observado com a máxima atenção até que... algum "piolho" resolve partilhar o palco. Mas lá tudo é permitido à criançada. A peça consiste em duas parte: na primeira, em captar a atenção das crianças pelas cores, sons e palavras que só mesmo eles entendem. Na segunda são eles os actores, pois podem mexer e brincar com os objectos deixados pela actriz.
Vale a pena, tanto para eles como para os pais, que aproveitam a segunda parte para queimarem energias, enquanto os papás partilham experiências e gracinhas dos filhotes.
A peça ipinêspês foi desenvolvido por uma educadora de infancia que como está a correr bem, agora vai ganhando fama de tal forma, que os seu pequenos fãs vão sendo cada vez mais.
Parabéns pelo projecto "TEATRO DO ELEFANTE"!

Páscoa

A Páscoa é uma festa cristã que celebra a ressurreição de Jesus Cristo. É o dia santo mais importante da religião cristã, quando as pessoas vão às igrejas e participam de cerimônias religiosas.
Como tradição na familia é a altura do ano que mais uma vez tentamos passar juntos. Espero que este não seja diferente. O tempo que ajude no passeio.

Uma páscoa feliz para todos e um beijo especial para os que "aturam" diáriamente as minhas aventuras...

quinta-feira, abril 06, 2006

A minha filha é um GALO!

Pois é... pelo horóscopo chinês, vejam só o que me espera:
"O Galo é duro, competitivo, artístico e tem uma vontade forte. Podem ser agressivos quando ameaçados. Sociáveis e extrovertidos, têm muitos amigos e gozam a vida. Não aceitam críticas e ofendem-se facilmente.
São muito atractivos para o sexo oposto. São extremamente sexy, embora não sejam românticos.
Os Galos adoram a sua familia e colaboram activamente na educação dos seus filhos. Adquirir conhecimento é muito importante para o Galo.
O Galo é aberto e corajoso e ajudará sempre aqueles em necessidade. Aprecia as boas coisas da vida.
Carácter:
Virtudes: Francos, corajosos e reflectivos
Defeitos: Invejosos e não confiam em ninguém. "
ai, ai.... Imaginem uma casa com um galo, um tigre e uma cabra! ( Atenção: A cabra não sou eu... )

Choros e gritos...

Todos os dias, assim que chego à casa da ama para te ir buscar, oiço com altenção as queixas da senhora. Portas-te muito bem, mas por estranho que pareça, em chegando às 4 da tarde, não podem tocar à porta.
Começas a gritar e a chorar desalmadamente parecendo que te maltratam e nem com colo te acalmas.
É triste chegar do trabalho, com tantas saudades e assim que te vejo estás com lágrimas nos olhos. Logo mostras um largo sorriso, inclusivamente para a ama, mas por enquanto não há nada que possa fazer para mudar esta situação.
Por vezes fico a ouvir à porta, e reparo que não choras, mas assim que a campainha toca...
Pode ser que no colégio as coisas venham a correr melhor.

segunda-feira, abril 03, 2006

Corrida aos infantários...

Chegou a altura de procurar um infantário!!!!
Se já me custou deixar-te numa ama, nem quero imaginar o quanto me vai custar lavar-te para um infantário. Parece um pouco lamechas, mas a verdade é que custa mais que uma forte dor de cabeça, não existe comprimido que tire a dor de coração...
Mas tem que ser, afinal que a educação começa logo cedo, e sei que é para teu bem.
Quando se procura um local para se "largar" um filho durante as horas de trabalho, vê-se de tudo o que se possa imaginar.
Encontrei locais que só mesmo uns corpinhos pequeninos e esguios conseguiam passar por escadas ingremes que dificilmente as suas pequenas pernas subiam. Caves que só de estar á porta sentia a sua humidade. Nalgumas só de ver a ementa, dizia tudo, frango frito com ovo estrelado e batatas fritas! Não admira que a obesidade infantil aumente a olhos vistos!!!!
Histórias todas nós ouvimos, até que existe sempre um colégio maravilha, que não tem defeitos. Ainda não encontrei o colégio maravilha, mas já perdi um pouco a sensação de abandono, quando fui visitando algum dos colégios. Mas para o próximo mês vou fazer as inscrições nalguns, qual deles será o premiado????

segunda-feira, março 27, 2006

Parabéns Ana Sofia...

Foi no dia 25 de Março de 2005, que com muita expectativa que se aguardava o nascimento de uma menina. De cesariana veio ao mundo.

A mensagem "já nasceu a minha netinha, páscoa feliz, beijos Isabel Machado" circulava pelos telemóveis a dar as boas novas, enviada por uma avó muito babada. Já lá vai um ano.
Aos orgulhosos papás se deve dar os parabéns pela linda princesa de nos deram.
Muitos parabéns...

segunda-feira, março 20, 2006

Pai


Basta ver-vos juntos para ver a loucura que tens por ele.
Sem ele por perto sentes-te perdida.
Podes estar no colo de alguém até bem divertida, mas ele tem que debaixo dos teus olhos.
Só ele tem a paciência de brincar horas e mais horas, deitado no chão gelado contigo. Consegue estar a ouvir vezes sem conta o DVD com musicas da escolinha.
Agora que tens um carrinho, anda contigo de um lado para o outro da casa. E tu com um ar sereno de quem esta apreciar a paisagem.
Faz questão de estar presente quando tomas banho e confirmar se tudo está bem contigo.
Nunca faltou a uma consulta ou vacina.
Gritas bem alto quando chegas a casa e chamas a pedir o colinho.
Quando estas doente, ele sofre a dobrar.
Fiz questão que o dia não passasse sem lhe dares uma prendinha. E como dizem que ser avô é ser pai 2 X, o avô Mota também teve direito a uma recordação. Ao MEU pai um Beijo grande e que continues a dar muito mimo à nossa "pipoca".
A todos aqueles que sabem ser PAI, e que depois de uma noite mal dormida acorda bem disposto quando um sorriso de um(a) princepe(sa) lhe dá os bom dias. A todos eles UM DIA MUITO FELIZ...

sexta-feira, março 17, 2006

Pesadelos...


Malditos! Acordas a chorar, sem qualquer motivo. Ao principio não sabia porque estavas assim, depois aos poucos fui-me apercebendo que não tinhas dores, fome, nem frio. Só podiam ser os pesadelos. Sonhas que cais ou que estás longe de nós, e de repente começas a chamar por nós com toda a força que a tua voz consegue.
Por enquanto basta um pouco de colo para que acalmes e o sono volte novamente, desde que não voltes para a cama, claro.
Depois vem outro o pesadelo... de acordar de manha! Depois de uma noite animada, a tentar a todo o custo que adormeças, quando o dia começa, custa tanto.
Mas tem que ser e a rotina volta de novo, mas... finalmente é sexta-feira!!!!!
BOM FIM DE SEMANA!!!

quarta-feira, março 15, 2006

Pormenores...

É estranho quando notamos em certos pormenores dependendo do nosso estado de espirito. Ontem foi um dia mau, estava desanimada, triste e desmotivada para a vida. Ao chegar ao comboio acompanhada pelos pensamentos rotineiros, duas adolescentes sentam-se junto a mim. Uma delas dizia à outra, "vou ligar á minha mãe". E assim o fez. Ao telefone dizia " Porque é que estás triste se tens uma filha linda que te ama tanto???". Não sei a que se devia a sua tristeza, e a frase não era para mim, mas foi como se fosse!
Ainda é muito cedo para me dizeres essas palavras, mas não foi preciso... Com os teus olhos mostraste a saudade que sentiste de mim, assim que te vi.

quarta-feira, março 08, 2006

A rotina...

Antigamente manter uma rotina diária tornava-se monótono e desgastante. Tentava de vez em quando alterar alguma coisa, nem que fosse seguir um caminho diferente para o trabalho. Bastava perder o comboio que de nada me perocupava, afinal era um dia diferente do outro, agora isso não acontece... A rotina agora mantém-me mais segura e calma, tudo está calculado ao segundo. Desde a hora do banho à refeição. Essa rotina também tem muita influência em ti. Basta alterar o horário da sesta da tarde, que sei que mais tarde vou sentir as consequências . Se não dormes um pouco antes do jantar, vais estar rabugenta enquanto comes e vai haver choro. E a hora de dormires vai ser um tormento. Agora que te levantas com uma velocidade vertiginosa, basta afastar-me para que a tentativa de te adormecer saia frustada, por vezes são horas, para que te convença que tens que dormir, mas para ti horários não existem, principalmente para brincar...
Mas apesar da rotina, todos os dias se tornam diferentes contigo, ontem assim que te fui buscar à ama estava um abraço apertado à minha espera, são estes momentos que fazem valer a pena.

terça-feira, fevereiro 21, 2006

Uma canção para ti...


Quando tudo já passou
E a Bia se cansou
Encontrei o meu amigo Zé Soninho
E dormi pra descansar um bocadinho
Para o dia começar bem melhor

Ao dormir e por magia
Eu fazia o que queria
E andava por ai sempre a sonhar
Pela terra, sobre o rio e sobre o mar
Para conhecer o mundo bem melhor

Pra começar bem melhor,
Pra conhecer bem melhor,
É preciso dormir um bom soninho

Pra começar bem melhor,
Pra conhecer bem melhor
É preciso dormir um bom soninho



... Do papá

segunda-feira, fevereiro 20, 2006

Parabéns Tia Sónia...



... e que continues a ajudar-me a criar a nossa princesa!

E já lá vão 9 meses...


Passam os dias a uma velocidade vertiginosa.... Cada dia é uma nova aventura, uma nova descoberta.
Gatinhas com uma rapidez que tenho medo que fujas para sempre... As minhas pernas servem-te de apoio para chegares até mim mais depressa para me tirares o óculos.
Penso com saudade quando tinha que te segurar o biberon, agora já nem disso precisas. Estas cada vez mais independente.
Dás-me beijos com um sorriso colado à minha cara. Fico toda babada, pois passo o tempo a pedi-los.
Aproveito o banho para te sentir crescer, ris-te para nós cada vez que provas a espuma amarga do banho. As tuas gargalhadas tormam-se mais sonoras.
Tento a todo o custo mostrar uma cara má enquanto ralho contigo e tu... ris-te. Até já sabes pedir o pão, quando o vês na mesa.
O teu sorriso esta-se a tornar cada vez mais rasgado, e os teus olhos cada vez mais atentos.
Sempre que cais, procuras-me para chorar por um mimo!
Enfim estás a crescer...

quinta-feira, fevereiro 16, 2006

quarta-feira, fevereiro 15, 2006

Uma boa noticia....


para animar o pessoal!
Depois de tanto tempo sem crianças por perto, eis que chegou a altura da familia crescer mais uma vez.
Começou pelo Diogo.... veio o Mateus logo a seguir. O Martin chegou para fazer companhia ao mano. Para equilibrar o peso masculino na familia passou a ser a vez das meninas vingarem, assim nasceu a Adriana, a Ana Sofia e a Beatriz... e agora.... Vamos ter mais um menino!!!! Não meu, claro! Mas é quase como se fosse. Vai-se chamar DINIS!
Parabéns aos futuros papás Fernando e Flor! E que nos tragam um "pilas" cheio de birras!!!!

segunda-feira, fevereiro 13, 2006

Um fim de semana especial...


e muito agradável! Para mim foi mais que uma aventura!
Pela primeira vez fomos passar um fim de semana num hotel! Tudo foi pensado ao pormenor! Desde a tua alimentação à tua roupa. Embora a tua alimentação passasse a ser igual à nossa, decidi não arriscar e levar tudo para comeres!
Tudo correu muito bem! Nada te faltou! Atenção, mimos, prendas e brincadeiras.
Com tanta atenção dos tios e Avó Manuela, era tanta coisa nova que o cansaço acabava por vencer à noite! Mas tentavas não perder nada do que vias e ouvias!
Aproveitavas as viagens de carro para descansares e recarregares as baterias.
Quando alguem se metia contigo davas um sorrinho envergonhado que imediatamente apaixonavam qualquer um.
Com orgulho os tios, mostravam a vaidade de uma sobrinha que de tão "agarrada" aos pais rapidamente fazia largas caretas de choro para voltar aos nossos colos.
Retribuiste com uns molhados beijos as bonitas prendas dos tios! E a mim... bastou aprenderes a fazer ADEUS!!!!

terça-feira, fevereiro 07, 2006

Um Natal diferente...

e muito especial!!! Bastaram apenas dois pequenos corações para nos aquecer numa noite tão fria.
As princesas Beatriz e Ana Sofia foram as rainhas numa noite que só por elas a noite valeu a pena, todo o trabalho.
As prendas tonaram-se secundárias! Para elas bastavam o papel e os coloridos laços para que o recheio não fosse importante! Com a alegria da Ana Sofia, na sua animada cantilena e com o olhar brilhante e atento da Beatriz tudo valeu a pena.
Uma pequena sala bastou para juntar numa reunião de familia, apenas 4 gerações de um clã. A Bi Sofia deu a casa, as Avós Adriana, Bela, Quita e Teresa deram o trabalho, os mimos e carinho, aos Avôs Mota, Caldeira, Viseu e Machado coube a ardua tarefa de carregarem com a pesada mesa para a recheada ceia de Natal. Ás orgulhosas mamãs e papás tratar de toda a logistica das princesas. Às tias Claudia, Sónia, Bruna e primo Gero a muda de fraldas e fornecer toda a atenção necessária à boa disposição das meninas.
E assim se passou o primeiro Natal das nossas RAINHAS!!!!

sexta-feira, fevereiro 03, 2006

Com 6 meses...

medias cerca de 64 cm e pesavas 6,500 kg.
As tuas gracinhas nesta fase eram chuchar na lingua quando gostas da sopa, abanar com muita força a cabeça quando não quero comer mais. Quando o papá diz “Diz papá!!!” – Assopas!!!! .
Já dás os braços quando queres ir para o colo de alguém. Assopas com toda a força, incluido com a boca cheia de sopa...
Quando choras, já te endendo porque o fazias.

Quando queres alguma coisa gritas -Huuuuummmmm e atiras-te para o que quer.
És bem disposta, mas fazes algumas birras quando contrariada.
Não tiras os olhos da mãe/pai quando estás no colo de outra pessoa.
Gritas quando a bolachinha cai!!!!!!!!!!!
Começaste a tomar banho na banheira grande! Que alegria, até dava para nadares de brussos! O pior eram as minhas costas! Depressa, desisti desta solução e comprámos uma banheira para apoiar na outra!
Nesta altura ainda não me tinha habituado a deixar-te durante todo o dia na ama! Até hoje ainda não me mentalizei! Cada vez custa mais ter que trabalhar e teres que ficar longe de mim. Só quero ter-me sempre por perto e debaixo dos seus olhos.
Quando te vou buscar à Gui gritas para te tirar da esperguicadeira.
Adoras ver o que faço quando estou a cozinhar
Não gostas nada de te vestir depois do banho, principalmente quando demoro a vestir-te.
Gostas de brincar com revistas, brinquedos com musica e muita cor.
Dormes a andar ao colinho do papá depois de uma sessão de futebol chato!!!!! (hihhihihihi)
Dizem que o que tens de mais bonito são os olhos, com umas enormes pestanas de fazer inveja a muita gente. Os olhos são do pai!!!!
Da tua personalidade tens o mau feitio da mãe!! É forte! Muito forte!!!! Só gostas de andar de frente no colinho. O queixo e a boca fui busca-la à mãe!

De noite tens que beber o leitinho antes de adorneceres. Depois de muitos beijos viras e reviras na cama até ficares bem relaxada e aos poucos lá vais adormecendo, mas o melhor é o primeiro sono, porque depois acordo muitas vezes a chamar a mamã ou o papá. As noites são sempre divertidas e animadas!!!!!

quarta-feira, fevereiro 01, 2006

Aos 3 meses...

já eras manhosa!!!!E cada vez mais bonita! O teus olhos foram ficando cada vez mais vezes abertos, já seguravas a cabeça e olhavas em direcção ao som que ouvias.
Nesta altura fizemos a primeira grande viagem contigo, foste conhecer os tios do "NORTE"! Nesse periodo fartamo-nos de passear, sempre de carro, porque o calor era muito e andar na rua era coisa que nem pensar.
Foste ficando cada vez maior, já davas gargalhadas com as nossas brincadeiras.
Aos poucos o percentil foi aumentando, porque quando nasceste, nem ao 5 chegavas! Tomara, de 3 em 3 horas acordavas com uma fome, durante toda a noite!!!!

Que rico feitio....

desde cedo fazias umas birras engraçadas!!!!
Bastava pensar em sair de casa, que era berreiro garantido. Uma vez entendi que tinha que ir ao supermercado, sabia que o choro iria começar logo que a porta se aproximava. Mas não me deixei intimidar e como precisava de apanhar ar, para não ficar mais doida do que estava, lá me aventurei a sair contigo. Para ajudar a Tia Sónia acompanhou-nos, durante todo o passeio o choro era constante, mas o auge foi mesmo no supermercado, toda a gente olhava e comentava. Foi uma vergonha, mas assim se vai treinando a paciência e a calma perante tanta assistência.
Devias-te sentir insegura fora de casa, mas para o meu bem-estar mental tinha que apanhar ar, nem que fosse o do supermercado.
Outra coisa que também não gostavas nada era... andar de carro na cadeirinha!!! Então se estava perto da hora de comeres. Tentar manter a calma enquanto conduzia e tu choravas era como percorrer o deserto à procura de água!!!! Quanto mais depressa chegasse ao destino, melhor...

quarta-feira, janeiro 25, 2006

As primeiras experiências...


O primeiro banho, foi registado na companhia das tias e avós, enquanto choravas desalmadamente, tentava manter a calma perante tanta assistência. Só a partir dos 3 meses é passou a ser mais calmo, aos poucos a água quente ia-se tornando um prazer e uma forma de brincar a molhar alegremente os pais.
O primeiro sorriso, nunca mais se esquece, vai directo ao coração :-)! Numa bonita manhã de Junho depois de te dar de comer foi o melhor BOM DIA, que alguma vez tive! E o primeiro foi para mim!!!!
Os primeiros dentinhos, foi uma prenda para o Avô Mota, no dia do aniversário dele, descobrimos os 2 primeiros dentes... e ainda nem 5 meses tinhas! Foi uma novidade para ser contada a toda a gente. Aos 6 meses já tinhas 6 dentes, e parecem que nisso sais a mim!
A primeira doença, foi na primeira visita aos tios Lito e Ligia, que como por acaso se descobriu que choravas com dores... estavas com uma otite. Por sorte a Tia Alice logo tratou de ti.

O cansaço...

apodera-se de nós até à exaustão! O sono aos poucos foi sendo vencido, até que me fui convencendo que tinha mesmo que dormir enquanto tu também descansavas.
Por vezes já eramos as duas a chorar, especialmente durante a noite. O pai lá tentava manter a calma...
Para conseguir descansar um pouco mais, optámos por te dar leite artificial durante a noite. O que se tornou dificil a sua adaptação, até mais complicada que a fase das cólicas.
Tentámos vários tipos de leite, até que o teu sistema digestivo trabalhasse na perfeição, foi ao fim de umas 6 tentativas, que o primeiro leite mostrou-se o mais eficaz.
A rotina de comeres de 3 em 3 horas, manteve-se até cerca dos 6 meses.
O cansaço aos poucos vai passando, com o dia-a-dia, as tarefas vão-se tornando cada vez mais rotineiras.

As ajudas...


Felizmente podia contar com as tias(Bruna e Sónia) e avós babadas (Avó Adriana, Tia/Avó Bela) para me ajudarem! Sempre prontas a fazerem tudo, em que a ajuda mais preciosa era sem duvida cuidar da roupa e da comida! Porque a tarefa de cuidar de uma bebé sem qualquer experiência, apenas com a teoria bem estudada, era minha! As dificuldades nos primeiros 15 dias foram sendo de dia para dia ultrapassados, a hora de comer, a hora do banho, a hora de dormir... tudo se ia tornando uma rotina diária.
Foi cómico quando numa engraçada disputa por tratar da roupa da bebé, a tia/avó Bela e a Avó Adriana queriam cada uma delas ser a responsavel por essa ardua tarefa! Mas combinei com as duas ao mesmo tempo e enquanto uma lavava a outra espremia e estendia a roupa. Na altura parecia em exagero, a quantidade de roupa, o que ficou provado que num so dia toda ela ficou suja.
Mas a maior de todas que, não só ajudava como me apoiava, embora muitas vezes se tentasse dividir em 5 em função do trabalho, era sem duvida o pai da bebé. O PAPÁ BERTO!!!
E se não fossem elas, ainda hoje...

Ai as visitas...


Pensava eu que o dia iria ser calmo, só nós os três em casa, afinal toda a familia estava ocupada na festa do batizado da pequena Adriana! Como me enganei, só nesse dia apareceram cerca de 30 pessoas, com crianças e tudo! Toda e gente estava curiosa de ver a recente bebé. Que confusão! Estavamos exaustas, quer dizer... Tu dormiste o tempo todo, podias passar de colo para colo, que mal os olhos abriam. O pior foi à noite! Eu completamente exausta, mas tu no auge da energia choravas com toda a tua força! Foi uma noite para esquecer... até para os visinhos, que deram logo pela tua chegada a casa. Como fomos para casa ao fim de semana, no dia seguinte o rodopio de gente continuou. Toda a gente te queria ver e pegar ao colo. E eu lá tentava mostrar a boa disposição, embora bastante cansada e com um orgulho do tamanho do mundo. Nunca mais visitei ninguém nestas condições... agora espero pelo menos uns 15 dias para visitar algum recém-nascido! ;-)

segunda-feira, janeiro 23, 2006

E assim nasceu...


... nasceu mais uma mãe!
Nesse dia não foste só tu que nasceste.... eu renasci, renovei e vivi!
Quando me diziam que agora seria diferente, que o dia seria mais radioso, com mais brilho... não foi nesse dia que tudo mudou, foi desde que o teste com 2 riscos deu positivo!
Logo mudei, tomei mais cuidado com o que comida, com o que vestia, deixei de comprar o que não precisava, as revistas que via no quiosque eram diferentes!
Os outros bebés já não me eram indiferentes para mim.

O amor incondicional não é momentâneo... ele vai crescendo aos poucos! Sempre que um sorriso aparece só de me ver.
Agora se dá o valor aos nossos pais!

O que lhes fiz passar quando estava horas e horas na rua, sem saberem de mim ! Quando não comia, como os deixava preocupados. Quando estava doente, eles sofriam mais que eu! E eu tive essa sorte! Enfim... é a lei da vida!

A chegada a casa...

Assim que te deram alta lá fomos nós para casa. Mas foi complicado.... Primeiro desafio... vestir a cinta!!! Só me dava vontade de rir, com a barriga que tinha e da forma como estava inchada, como é que iria conseguir entrar dentro de uma coisa tão pequena!!! Com muito esforço e mais elegante ainda, lá me vesti. Próximo desafio... como é que o "ovo" se põe no carro? Eras tão pequenina que parecias que estavas numa bacia enorme! E o mais dificil era prender a cadeira ao banco do carro! Depois de algumas tentativas lá chegamos nós, num dia brilhante e com algum calor ao nosso lar.
O avô mota tinha comprado uns balões para enfeitrar a casa, mas enganou-se e comprou balões de água :-) Até um compressor tinha levado para os encher! Fica para a próxima... ;-)
Estava feliz por estarmos juntos na nossa casa...

terça-feira, janeiro 17, 2006

No hospital...


A primeira noite foi muito especial.... não consegui tirar os olhos de ti, enquanto dormias serenamente mal conseguia pestanejar!
"Será que ela chora e eu não consigo acordar... E se não acorda para comer? Devo acorda-la? "- Pensava eu. Eram tantas as duvidas!!!!
Tudo parecia que corria bem. Logo de manha, tomaste o teu primeiro "banho" com a ajuda da enfermeira que me ensinou o que fazer nestes primeiros dias. As pediatras também te foram ver, estavas com um pouco de hitericia, mas nada de preocupante. Tinhas que apanhar claridade.
Eras tão pequenina.... e tinhas tanto cabelo! Os olhos quando abriam parecia que queriam já ver tudo o que te rodeavam! Mas era por pouco tempo pois dormias durante muito tempo.
As horas da visitas eram sagradas! Quem nunca faltava era o avô Mota! Não te queria largar!
A minha recuperação estava a correr bem. Só queria ir para casa! Devido a um incidente com uma enfermeira no banho, tiveste que ir para a encobadora, logo ficámos mais um dia no hospital, para se ter a certeza que tudo estava bem contigo.

segunda-feira, janeiro 16, 2006

Finalmente o dia tinha chegado...



... irias estar nos meus braços daqui a pouco!
Depois de um pequeno-almoço leve e com mala feita, lá fomos nós( futuros pai e mãe) para o hospital, tinha feito tudo conforme me tinham ensinado. Não faltava nada, a mala estava pronta à uns dias . Estava serena, sem qualquer tipo de medo, a noite tinha sido calma, estava um pouco cansada pois tinhamos comemorado mais um aniversário da avó Adriana.
Ás 10 da manha, depois de ter feito o CTG, que tinha acusado umas contrações, foi avisar o pai de que já não saia dali sem ti.
O parto correu bem! O tempo ia passando, algumas vezes com a mão do futuro pápá, ainda mais nervoso que eu, a segurar-me a mão.
Até que chegou o momento.... num instante e com alguma força pelo meio estavas em cima da minha barriga, não te tinha ouvido chorar, o que me deixou preocupada, mas tinhas feito tanto esforço que estavas exausta. Mas logo que te vi, soube que estavas bem! Tão vermelha que estavas e tão pequenina que eras!!!!
Lá fora avisavam o pai de que tinhas nascido, ele não pode assistir ao parto.
Só te voltei a ver quando me levaram para o quarto e lá estavam o pai, o avô Mota , a avó Adriana, a avó Filomena e as tias Sónia e Bruna.
Assim que te viram quase todos choravam! Tu não tiravas os olhos do pai! Parecia que já o conhecias.

Coube ás tias (Sónia e Bruna) a difícil tarefa de avisar toda a gente que tinhas nascido. Choviam mensagens e telefonemas a dar-te as boas vindas, toda a gente queria saber com quem eras parecida!
Com 44,5 cm e de peso 2.590 nasceu uma linda menina no dia 11 de Maio de 2005.

sexta-feira, janeiro 13, 2006

Os preparativos...

Com o tempo de que disponha, fui preparando a tua chegada com muito carinho!
Todos os pormenores do quarto eram escolhidos com um objectivo. As cores das paredes, a mobiblia, o tapete, o candeeiro, os cortinados... tudo tinha que estar pronto para te receber. Nem o berço faltava. Todo o enxoval estava preparado.
Mas nem todos os preparativos se resumiam ao teu quarto! Cada vez as contrações eram mais frequentes, especialmente à noite! Até que já se tornava complicado aguentar, a ansiedade de te ter nos braços era cada vez maior. A barriga cada vez pesava mais, 100 metros a pé pareciam uma autêntica maratona, cada solavanco de carro parecia que transpunha um obstáculo.
Até que depois de uma consulta médica combinámos encontrarmo-nos no hospital no dia seguinte, pois estava a chegar o dia ...

quinta-feira, janeiro 12, 2006

Com pressa para nascer....

A gravidez correu naturalmente, cada dia que passava era uma sensação nova! A roupa aos poucos foi deixando de servir, a fome é que continuava. Nunca senti tanto prazer a comer, nunca sentia frio, o mais complicado era lidar com a constante sonolência que me acompanhava durante todo o dia! Cada vez me sentia mais pesada, mas mais radiante!
Antes de cada ecografia a ansiedade era uma constante. As horas paravam até poder ver a tua cara e saber que estavas bem. Tinha a certeza que ias ser linda, e muito esperta, já o médico dizia, que vitalidade!!!!

E já te conhecia, sabia quando estavas agitada com alguma coisa!
Quando chegava à hora da refeição, por vezes davas tantos pontapés que me tinha que afastar da mesa para poder comer!
As viagens de comboio eram sempre animadas, parecia que sentias que ias passear, davas voltas e mais voltas na barriga.
Foi depois de uma viagem até ao norte que mostraste a tua vontade de nascer... as contracções começaram cada vez a ser mais fortes, nem sabia o que isso era! E ainda só tinhas 27 semanas de gestação, era muito cedo para nasceres. Até que fui obrigada a descansar...

terça-feira, janeiro 10, 2006

Como te chamas???

Estava na altura de te escolhermos um nome...
Lara, Mara, Iris, Luana, Beatriz.... Eram apenas alguns dos nomes de uma vasta lista que possivelmente virias a ter! Depois de algumas indecisões, lá nos decidimos por BEATRIZ! Já tinhas um nome... de Rainha!
BEATRIZ... 3 X Feliz!!!! Era o que a tia Bruna dizia!!!
De formiga rabiga, passaste a ser a nossa Bia!




sexta-feira, janeiro 06, 2006

Como tudo começou....

Quando dei a noticia de que algo importante estava para acontecer... foi hilariante!
“Bruna, afinal esqueci-me de te dar a prenda que me pediste tanto, quando fomos a Barcelona!“
Depois de tantos pedidos, quase que implorados, foi assim que demos noticia à familia!
A seguir foram os amigos, restante familia e colegas! Foi com muita alegria que todos receberam a boa nova.
Como passei esses tempos? Especialmente com muita fome!!!! Aos meus pacientes colegas, lhes devo uma homenagem! Pela paciência que tiveram comigo, nos enormes minutos que antecediam às horas de refeição.
Toda a gravidez correu muito bem. Excepto quando um telefonema do consultorio médico, me alertou de que algo se passava! Havia a probabilidade do bebé ter espinha bifida.Não passou de um enorme susto, isto nas vésperas de Natal!
Juntamente com as saudações Natalícias, ia a novidade de que uma mulher ao mundo viria mudar as nossas vidas para sempre...

quinta-feira, janeiro 05, 2006

Como era antes...

Era muito diferente, mais cinzento! Sem o teu brilho, não podia mais crescer! Ser a criança que ria até perder o ar!
Era um dia que se seguia ao outro, casa trabalho, pais, manas... problemas!!!!! Tentava preencher a minha vida com algo que ainda nem sabia o que fazer! Sempre com a desculpa de falta de tempo, adiava o maior projecto de sempre! Sempre olhava para os outros amigos, com filhos, com ar de que perdiam o melhor das suas jovens vidas, com uma dedicação assustadora ao seu amor incondicional! As birras, o sono constante, o cansaço, as doenças, as obrigações, os horários.... Como estava enganada!
De nada servem as palavras para definir o que afinal sentiam. Os seus suaves desabafos de felicidade não mostravam o que de melhor viviam.
Apenas não queria ver o que de mais bonito e sincero se sente.
Depois de uma fase conturbada, sem rumo que tomar, decidi virar a página para outro capitulo! Algo se vai passar e será para breve, pensava eu. Foi então que quase que momentâneamente, as novas páginas se foram escrevendo... Quase sem rascunho, apenas com um plano imaginário, comecei a traçar os passos que seriam dados. Nada melhor que uma viagem para iniciar o novo capítulo...